Horário: Das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00

Museu de Lamego

Largo de Camões 5100-147 Lamego

Events

Events

Sangue Novo Veias Antigas regressa nas JEP | CANCELAMENTO

Comunicado | CANCELAMENTO DOS ESPETÁCULOS DO SANGUE NOVO VEIAS ANTIGAS

Por motivos que nos são alheios, os espetáculos do Sangue Novo Veias Antigas agendados para amanhã, dia 25 de setembro, no Mosteiro de São João de Tarouca e Igreja de São Pedro de Tarouca, foram cancelados.

Agradecemos a compreensão.


Sangue Novo Veias Antigas regressa aos Monumentos do Vale do Varosa nas Jornadas Europeias do Património

No próximo dia 25 de setembro, os Monumentos do Vale do Varosa associam-se à celebração das Jornadas Europeias do Património (JEP), este ano dedicadas ao tema “Património Inclusivo e Diversificado”, com a apresentação de dois espetáculos de música e dança, inseridos na programação do projeto “Sangue Novo Veias Antigas”.

O Mosteiro de São João de Tarouca, pelas 17h00, recebe a Academia de Música do Município de Tarouca e a Escola de Dança Ginasiano, de Vila Nova de Gaia, e às 21h30 terá lugar na Igreja de São Pedro de Tarouca a apresentação do grupo Amicitia Chorus, de Penafiel.

Com o intuito de promover a criação artística e dar visibilidade a projetos emergentes ligados à dança, música e artes performativas, “Sangue Novo Veias Antigas” parte do reconhecimento do enorme potencial dos monumentos que integram a rede do Vale do Varosa, como plataforma privilegiada do diálogo entre o passado, presente e futuro, através de práticas artísticas contemporâneas num território de baixa densidade populacional.

Apresentado no Mosteiro de São João de Tarouca, em setembro de 2020, na última edição das Jornadas Europeias do Património, “Sangue Novo Veias Antigas” é uma iniciativa promovida pelo Museu de Lamego | Monumentos do Vale do Varosa e Teatro Solo, em parceria com os municípios de Tarouca e de Lamego e com o apoio da Direção Regional de Cultura do Norte e da Antena 2.

A entrada é gratuita, limitada à capacidade dos espaços.


Mosteiro de São João de Tarouca recebe CANTUSd’Alma

Concerto pelo CANTUSd’Alma no Mosteiro de São João de Tarouca

Será já no próximo dia 04 de setembro que o projeto CANTUSd’Alma irá apresentar-se em concerto, pelas 18h00, no Mosteiro de São João de Tarouca. Inspirado nas Cantigas de Santa Maria, o concerto está inserido no ciclo de música “CANTUSd’Alma no seu Património”, iniciativa que conta com o apoio do Programa Garantir Cultura e do Museu de Lamego | Monumentos do Vale do Varosa.

A entrada é gratuita, limitada à capacidade do espaço.


Sobre o CANTUSd’Alma:

“CANTUSd’Alma explora a essência da música medieval através das Cantigas de Santa Maria, com um espectro mais rico de novas sonoridades. Centrando-se na voz de duas almas e no amor pela música transporta para o século XXI a sonoridade e musicalidade do século XIII.

CANTUSd’Alma apresenta o seu primeiro trabalho “discursus” que para além de dar o nome ao seu primeiro original, tem como objetivo estabelecer uma evolução (movimento) ao longo destas cantigas, proporcionando ao ouvinte a identificação temporal das várias práticas musicais desde a era medieval até aos dias de hoje, utilizando para o efeito a riqueza de contrastes e características sonoras oriundas não só das vozes, mas também de outros instrumentos, como o acordeão, a percussão e o violoncelo. Uma interpretação distinta e singular são o resultado de uma combinação dos arranjos do compositor André Ruiz com uma visão alternativa e única sobre cada uma das cantigas.” (Fonte: CANTUSd’Alma)


Programa | Discursus

1. Madre de Déus, óra por nós téu Fill’ essa hóra

2. A Virgem, Madre de Nóstro Sennor

3. De vergonna nos guardar punna todavía

4. Tantos vai Santa María eno séu Pórto fazer de miragres

5. Discursus II (instrumental)

6. Rósa das rósas e Fror das frores (a cappella)

7. Homildade con pobreza quér a Virgen corõada

8. Muitas vegadas o dém’ enganados ten os hómes

9. Quen a omagen da Virgen e de séu Fillo honrrar

10. Como Déus fez vinno d’ agua ant’ Arquetecrinno

11. Par Déus, tal sennor muito val


Sangue Novo Veias Antigas na Torre e Ponte Fortificada de Ucanha | 28 de agosto

“Sangue Novo Veias Antigas” apresenta espetáculo de música e dança na Torre e Ponte Fortificada de Ucanha

O projeto “Sangue Novo Veias Antigas” regressa aos Monumentos do Vale do Varosa para mais um espetáculo de música e dança, conduzido pelos grupos Ensemble Egas Moniz (Paço de Sousa), Classe de Cravo da ESART – IPCB (Castelo Branco) e AD Dance Company (Lamego). Dia 28 de agosto, pelas 18h30, na Torre e Ponte Fortificada de Ucanha, com entrada gratuita.

“Sangue Novo Veias Antigas é um conceito singular na promoção do património e na divulgação artística de jovens criadores e intérpretes.

Sangue Novo Veias Antigas inicia-se com ações de formação e sensibilização para o património e culmina com um conjunto espetáculos de música, dança e outras artes performativas.

Jovens criadores e intérpretes oriundos de várias instituições vocacionadas para o ensino artístico apresentam, de maio e outubro, sete espetáculos em relação direta com o património monástico do Vale do Varosa.

A apropriação e sentimento de pertença do edificado patrimonial, alcançado pelo conhecimento da História e estórias dos sítios contribui, de forma determinante, para a construção de uma identidade cultural e artística essencial num mundo globalizado.

SNVA é eixo resiliente de uma cultura que se pretende sempre viva.” (João Pereira)

“Sangue Novo Veias Antigas” é uma iniciativa promovida pelo Museu de Lamego | Monumentos do Vale do Varosa e Teatro Solo, em parceria com os municípios de Tarouca e de Lamego e com o apoio da Direção Regional de Cultura do Norte e da Antena 2.

A entrada é livre, limitada à capacidade dos espaços.