Horário: Das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00

Museu de Lamego

Largo de Camões 5100-147 Lamego

Events

Events

COVID-19 | Novo Horário | Balsemão e Ferreirm

Informação

Atendendo ao disposto no Artigo 3.º do Decreto nº. 8/2020 de 8 de novembro, o qual determina a proibição de circulação na via pública, aos sábados e domingos no período compreendido entre as 13h00 e as 05h00, informamos que:

– As visitas à capela de São Pedro de Balsemão e Convento de Santo António de Ferreirim (concelho de Lamego) estão sujeitas a marcação prévia, podendo realizar-se ao sábado e domingo, entre as 10h00 e as 13h00.  

– As visitas ao Mosteiro de Santa Maria de Salzedas e Mosteiro de São João de Tarouca (concelho de Tarouca) decorrem no habitual horário de funcionamento, das 10h00 às 13h00 e e das 14h00 às 18h00.

«Sangue Novo em Veias Antigas» nas JEP 2020

Monumentos Vale do Varosa

Lançamento do projeto «Sangue Novo em Veias Antigas» nos Monumentos do Vale do Varosa

Património e Educação

Em ano de pandemia, em que as instituições ligadas à cultura e ao património se vêem obrigadas a uma reflexão sobre o modo de trabalhar e novas formas de relacionamento com os públicos, os Monumentos do Vale do Varosa associam-se à celebração das Jornadas Europeias do Património (JEP), este ano dedicadas ao tema «Património e Educação», com o projeto «Sangue Novo em Veias Antigas», que será apresentando nas plataformas online (26 de setembro) e, no dia seguinte, no Mosteiro de São João de Tarouca, num formato presencial.

Com o intuito de promover a criação artística e dar visibilidade a projetos emergentes ligados à dança, música e artes performativas, «Sangue Novo em Veias Antigas» parte do reconhecimento do enorme potencial dos monumentos que integram a rede do Vale do Varosa, como plataforma privilegiada do diálogo entre o passado presente e futuro, através de práticas artísticas contemporâneas num território de baixa densidade populacional.

Promovendo sentimentos de pertença, de identificação e apropriação do património, Sangue Novo em Veias Antigas apresenta-se, numa primeira fase, como um projeto assente numa rede colaborativa de escolas e associações vocacionadas para o ensino e produção artística, envolvendo diferentes contextos e interesses, que se pretende vir a alargar, por meio de um convite à participação pública para integrar o projeto, com início marcado para a primavera de 2021.

Nos dias 26 e 27 de setembro, nas plataformas online e no Mosteiro de São João de Tarouca, oportunidade para conhecer e participar no projeto, que será apresentado pelo Embaixador do Museu de Lamego para os Monumentos do Vale do Varosa, João Pereira, num programa que inclui ainda os testemunhos das entidades que já aderiram à iniciativa e uma performance, na igreja de São João de Tarouca, pelo seu mentor e também ator João Pereira.

 

PROGRAMA

26 de setembro (online)

16h00 – Apresentação de «Sangue Novo em Veias Antigas»

Convite público à participação

Plataformas digitais (website e Facebook do Museu de Lamego e Vale do Varosa

 

27 de setembro

Igreja do Mosteiro de São João de Tarouca

16h00 – Apresentação de «Sangue Novo em Veias Antigas»

Com a participação de Alexandra Falcão, João Pereira e José Damião

16h30 – YOHANAN – VOX CLAMANTIS. A história de São João, o Batista.

Por João Pereira (Teatro Solo)


Nota biográfica | João Pereira
49 anos
Natural do Porto
Ator.
Encenador.
Professor de teatro.
Formador em teatro terapêutico.
Diretor e Coordenador artístico.
Fundador do Teatro Solo.
Embaixador da Rede de Monumentos do Vale do Varosa/Museu de Lamego

“Bilhete Antigo Combatente” já disponível

Monumentos Vale do Varosa

Ao abrigo do Estatuto do Antigo Combatente (Lei n.º 46/2020), foi criado o «Bilhete Antigo Combatente» que assegura a gratuitidade da entrada nos museus e monumentos nacionais para os Antigos Combatentes.

No dia 20 de agosto de 2020 foi aprovado o Estatuto do Antigo Combatente, através da Lei n.º 46/2020.

Conforme previsto no artigo 18.º do referido Estatuto é criado o “Bilhete Antigo Combatente”:

– O “Bilhete Antigo Combatente” é dirigido a todos os Antigos Combatentes (*);

– Tem caráter gratuito;

– Em caso de falecimento do Antigo Combatente, o direito de gratuitidade reverte a favor da viúva ou viúvo;

– Até ao final do ano de 2020 será criado o Cartão do Antigo Combatente, produzido e entregue pela Imprensa Nacional – Casa da Moeda aos Antigos Combatentes;

– Até à criação do Cartão do Antigo Combatente, que permitirá a comprovação documental  junto das bilheteiras, será aceite a mera indicação verbal;

– O “Bilhete Antigo Combatente” entra em vigor com efeito imediato.

(*) São considerados antigos combatentes para efeitos do Estatuto:

  a) Os ex-militares mobilizados, entre 1961 e 1975, para os territórios de Angola, Guiné-Bissau e Moçambique;

  b) Os ex-militares que se encontravam em Goa, Damão, Diu, bem como em Dadra e Nagar-Aveli, aquando da integração destes territórios na União Indiana;

  c) Os ex-militares que se encontravam no território de Timor-Leste entre o dia 25 de abril de 1974 e a saída das Forças Armadas portuguesas desse território;

  d) Os ex-militares oriundos do recrutamento local que se encontrem abrangidos pelo disposto nas alíneas anteriores;

  e) Os militares dos quadros permanentes abrangidos por qualquer uma das situações previstas nas alíneas a) a c).