Tumulária do Vale do Varosa e Museu de Lamego em e-book

Procurando reforçar o papel do Museu de Lamego enquanto museu do território, a rubrica UM ANO. UM TEMA estendeu-se em 2016 à rede de monumentos Vale do Varosa, divulgando um conjunto muito significativo de arte tumular, com exemplares distribuídos pelo museu, Capela de São Pedro de Balsemão, Convento de Santo António de Ferreirim mosteiros de São João de Tarouca e Santa Maria de Salzedas. Com periodicidade mensal, UM ANO. UM TEMA chega agora sob a forma de revista, compilando numa só publicação os doze exemplares estudados, reforçando a sua difusão e acesso, de forma permanente, a partir do site oficial do Museu de Lamego.

Na segunda edição, esta rubrica traz até ao grande público, de forma desmaterializada, coleções menos conhecidas do grande público, constituindo esta mais uma oportunidade de investigação, tentando coligir informação dispersa e produzir, se não informação nova, pelo menos propor novas perspetivas de abordagem dos objetos.

Em 2015, foi a coleção de gravura a dar início a este projeto de comunicação online, que aposta na organização temática, permitindo uma valorização de conjunto, contextualizadora e, por isso, mais inteligível e enriquecedora do ponto de vista histórico.

Em 2016, a escolha recaiu sobre uma temática propositadamente transversal quer ao museu, quer à rede de monumentos Vale do Varosa, sob sua gestão. Seguindo o conceito base de procurar temas não só menos conhecidos junto do grande público, mas igualmente menos explorados pela investigação, procurando despertar atenções e provocar reflexão, elegeu-se no ano de 2016 a tumularia.

Constituído por exemplares que se situam num horizonte cronológico com cerca de 2000 anos, o património agora reunido em forma de e-book permite uma reflexão sobre a evolução das atitudes e rituais perante a morte, através dos seus vestígios materiais produzidos ao longo de várias épocas, desde o século I até à contemporaneidade.